domingo, 5 de fevereiro de 2017

[RESENHA] JUNTANDO OS PEDAÇOS – JENNIFER NIVEN

Por Ingrid Cristina

Olá, pessoal, todo mundo bem? Espero que estejam ótimos. Antes de começarmos com a resenha desse livro incrível, gostaria de informar-lhes que o motivo do meu desaparecimento é que meu computador pifou bem no comecinho do ano e só agora consegui voltar para minha vida de blogueira. Seja como for, estou de volta e trago um livro, simplesmente, maravilhoso.


Sinopse: Jack tem prosopagnosia, uma doença que o impede de reconhecer o rosto das pessoas. Quando ele olha para alguém, vê os olhos, o nariz, a boca… mas não consegue juntar todas as peças do quebra-cabeça para gravar na memória. Então ele usa marcas identificadoras, como o cabelo, a cor da pele, o jeito de andar e de se vestir, para tentar distinguir seus amigos e familiares. Mas ninguém sabe disso — até o dia em que ele encontra a Libby. Libby é nova na escola. Ela passou os últimos anos em casa, juntando os pedaços do seu coração depois da morte de sua mãe. A garota finalmente se sente pronta para voltar à vida normal, mas logo nos primeiros dias de aula é alvo de uma brincadeira cruel por causa de seu peso e vai parar na diretoria. Junto com Jack. Aos poucos essa dupla improvável se aproxima e, juntos, eles aprendem a enxergar um ao outro como ninguém antes tinha feito.

Imagine você ter uma doença que lhe impeça de reconhecer as pessoas que convivem com você, aqueles que você ama e até mesmo a própria face diante do espelho. Imaginou? Isso é ter prosopagnosia e é assim que vive, desde que consegue se lembrar, o nosso protagonista: Jack. O garoto está sempre tendo que usar de características específicas para identificar as pessoas, como por exemplo: a forma do nariz, o corte de cabelo, a orelha pontuda, uma pinta em determinado local, o jeito de andar, o volume da voz.

Essa situação é ainda mais complicada devido ao fato de que Jack nunca contou isso a ninguém. Na verdade, ele nem sabe direito como fazer tal coisa. Tem medo de sofrer preconceito por parte dos colegas da escola e sua família está passando por um momento problemático, fazendo com que ele não queira acrescentar mais um problema.

Do outro lado da moeda, temos Libby, que aos 13 anos ganhou o título de adolescente mais gorda dos Estados Unidos. Após a morte de sua mãe, ela ficou de coração partido e encontrou na comida a forma de repreender sua dor. Acontece que após seis meses dentro de casa, Libby engordou tanto que foi necessário um guindaste para tirá-la de seu quarto. Agora, com 16 anos, após passar por consultas com inúmeros profissionais e, vale citar, ainda gorda, Libby está pronta para voltar para escola. Mas será que a escola está pronta para receber Libby?


Infelizmente, já nos primeiros momentos na escola, Libby sofre com o peso do bullying e é alvo de uma brincadeira muito maldosa. Essa brincadeira acaba levando ela e Jack para diretoria. Resultado: os dois terão que frequentar as reuniões da roda de conversa da escola, a fim de aprenderem a lidar com a diferença dos outros.

“Ninguém nunca mais vai me dizer que não consigo. Assim como ninguém devia dizer a você o que pode ou não fazer. Nem você mesmo.” (Pág. 228)

A partir desse momento, e com muitos contratempos, claro; Jack Masselin e Libby Strout vão entrar numa amizade improvável, onde eles começarão a se compreender e a se gostarem. Um irá em auxílio à dificuldade do outro, onde se enxergarão além das aparências.

Não duvide quando digo que a Libby é a melhor personagem que você vai conhecer na vida, porque ela é sim. Após tudo que sofreu, após todo preconceito, Libby encontra forças para lutar por seus sonhos, para ser quem ela realmente é, sem que tenha que se repreender mediante ao preconceito do próximo. A Libby é linda, tem um coração maravilhoso e tem muito, muito para ensinar a todos nós. Jack, por sua vez, tem um coração lindo, é amável, se preocupa com sua família e teve a capacidade de enxergar a linda mulher que Libby é através dos quilinhos a mais.

“Libby é concreta. É real. Enquanto eu segurar sua mão, não vai desaparecer diante dos meus olhos.” (Pág. 231) 

“Juntando os pedaços” é um livro maravilhoso, que aborda assuntos importantíssimos para que se tenha uma boa convivência com as demais pessoas. Jennifer traz lições sobre tolerância, auto-aceitação, quebra de padrões pré-estabelecidos pela sociedade e amor. Nos mostra que só o amor e o respeito são capazes de quebrar as barreiras do preconceito, que muitas vezes é disfarçado como “Estou-apenas-dando-minha-opinião”.


Um livro lindo, tocante, poético, enriquecedor e que não pode faltar na estante de ninguém. Recomendo esse livro a todos que, assim como eu, Libby e Jack, estão sempre em busca de juntar os seus pedaços e serem pessoas melhores.

Espero que tenham gostado da matéria. Um beijo no coração de todos e até a próxima! <3

Nota: 5/5 + ♥ 

32 comentários:

  1. Olá
    Nossa, eu acabei de ler uma resenha sobre essa obra e "Porra meu" estou precisando ler isso o mais rápido que eu poder kkkk. Já sei mais ou menos o que tem no livro pelas infinitas resenha que já li. E livros que trás essa reflexão de alto aceitações e tal e muito bacana de se ler, e sem dúvidas a autora usou sua mestria na escrita para falar do assunto e encantar a todos. Até mais ver
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro. É um título que já esta na minha lista de desejados, desde que soube do seu lançamento, e depois porque só leio bons comentários, assim como na sua resenha, que me deixou ainda mais motivada e instigada para conhecer essa trama, que parece ser bem marcante e sutil, como pude perceber Acho que irei adorar e não vejo a hora de ter meu exemplar em mãos!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi, Cristina!
    Essas amizades improváveis parecem ser marca registrada da autora. Em "Por Lugares Incríveis" tem esse mesmo elemento e eu adoro!
    Estou bem curiosa com esse livro, mas vou tentar ir sem muita sede ao pote. rsrs... Não quero ficar com grandes expectativas.
    Libby parece uma personagem incrível! <3
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Nossa amei sua resenha, eu não conhecia essa doença e fiquei curiosa para saber como Jack vai se virar com a questão, fiquei curiosa para saber sobre Libby também, pois ela me parece ser o tipo de personagem que nos deixa muita reflexão.
    Adorei e dica anotada.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oie! Tudo bem?
    Acabei de ler outra resenha sobre esse livro e já adicionei ele na minha lista de desejados e leitura! Espero conseguir gostar dele tanto quanto as pessoas falam que ele é bom!
    BJss

    ResponderExcluir
  6. Quebra de padrões.... Pronto. Me ganhou! Haha. Li uma resenha sobre esse livro agorinha mesmo e seu ponto de vista veio enriquecer ainda mais meu desejo de ler essa obra. Quero muito conferi-la!

    Beijos!
    http://www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Eu adoro livros infanto-juvenis e acredito que esse seria uma boa opção para mim que ainda não li nada da autora. Adorei sua resenha, achei-a muito honesta, adorei saber mais sobre seu ponto de vista sobre o livro e já adicionei na minha listinha de desejados.

    Um beijo!
    http://albumdeleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi oi querida,
    Adorei a resenha. O livro tem um enredo muito bom. A autora seguiu fazendo personagens fortes e "machucados" que nem Por Lugares Incríveis...
    A premissa continua leve, fazendo a leitura ser leve e ao mesmo tempo ser intensa.

    Eu não vou me arriscar na leitura ainda, as pretendo ler em breve.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  9. Li este livro no mês passado e adorei!!! Os personagens me envolveram e eu torci tanto por eles, que parecia que eu os conhecia de verdade. Acho que a representatividade da Libby é muito relevante aos dias de hoje e o livro foi uma experiência ótima para mim.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Essa autora sempre busca abordar assuntos importantes do universo adolescente em seus livros, né? Infelizmente com Por Lugares Incríveis não deu muito certo, pelo menos para mim, desde então tenho um certo medinho de encarar outra obra da autora.
    Acho que, passado o "trauma", posso tentar encarar :)



    ourbravenewblog.weebly.com
    Participe do nosso TOP COMENTARISTA valendo um livro JANTAR SECRETO do autor Raphael Montes :)

    ResponderExcluir
  11. Eu estou loucaaaaa pra ler esse livro. Além de ele ter uma capa encantadora, tem uma história muito atual e importante de ser falada! Tenho certeza que vou adorar lê-lo! Parabéns por sua resenha!

    MEMÓRIAS DE UMA LEITORA

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?
    Adoro como a Jennifer Niven aborda assuntos importantes e difíceis em seus livros, mas com muita sensibilidade. No entanto, eu tenho um certo receio com esse livro, porque fiquei profundamente abalada com a leitura do outro livro dela, "Por lugares incríveis". Não que eu não tenha gostado; na verdade, eu amei. Mas fiquei muito abalada com a história e demorei um pouco para superar. Aí tive medo de acontecer o mesmo com esse.
    Mas tenho escutado tantos elogios a "Juntando os pedaços" que acho que vou vencer o medo e dar uma chance.
    Obrigada pela dica e parabéns pela resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oie,
    Querendo muito fazer essa leitura. Geralmente os livros trazem o bulliyng sempre como uma coisa que a vitima não consegue enfrenta e acho que narrativas assim, com personagens que apesar do problema encara ele de frente são muito importantes. Isso mostra para quem sofre bullying e que venha ler o livro, que ela pode se defender e pode buscar uma forma que ajude ela sair daquela situação.
    Já estou adorando a Libby mesmo sem conhecê-la.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  14. Olá,

    Esse livro realmente parece ser maravilhoso, principalmente pelas mensagens passadas através da narrativa. Fiquei curiosa para conhecer um pouco mais sobre os personagens e fazer reflexões positivas como você. Com certeza as vezes o preconceito vem disfarçado de 'essa é minha opinião' e isso infelizmente é algo que não é tão observado pelas pessoas. Estou ansiosa para fazer essa leitura e espero gostar tanto quanto você.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  15. To doida pra ler esse livro. Confesso que quando foi lançado eu tinha medo de não superar as minhas expectativas, pois Por Lugares Incríveis foi o melhor livro que li em 2016. Mas só tenho lido coisas boas a respeito dele e acho que estou preparada! hahahaha
    bjos
    www.causoseprosas.com.br

    ResponderExcluir
  16. Olá
    Sou louca para ler algo da autora, desde o lançamento de Por lugares incríveis, mas estou me preparando piscologicamente, por que sou uma pessoa muito emotiva.Gosto da forma na qual a autora trás para os seus livros a realidade de algumas pessoas que muitos não sabem.A forma que ela escreve parece tocar o leitor de uma certa maneira que os deixam sensíveis, isso é o que percebo lendo as resenhas.A Premissa desse livro me encanta, imagina você não reconhecer o rosto de ninguém? O quão frustrante deve ser. Espero em breve poder fazer a leitura desse livro, beijos!

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Estou vendo tantas resenhas tão positivas desse livro, que ainda não sei como não li. A Libby realmente parece ser uma personagem e tanto e acredito que esse seu jeito de ser nos deve ensinar muita coisa boa. Adorei a sua resenha e mal posso esperar para poder ler o livro também.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  18. Olá, você completou o que queria saber desse livro, agora decidido que irei lÊ-lo. Gosto de como Jeniffer atrai o leitor para dentro da trama, tratando de temas tão comuns, mas que precisam ser explorados como a auto-aceitação, o preconceito, entre outros citados por você durante a resenha. Você me deixa com muitas expectativas para o livro e vou buscar adquiri-lo.

    ResponderExcluir
  19. Oi, que bacana ver que essa leitura foi tão positiva para você e que te cativou. Gostei de conhecer esses personagens cheios de problemas mas que dão um jeito de fazerem as coisas ficarem bem, a sua maneira.

    ResponderExcluir
  20. Ooi,
    Eu amei a leitura desse livro! Foi uma surpresa maravilhosa e tirou todas as dúvidas que eu tinha em relação à escrita da autora, vou ler tudo o que ela publicar! Libby é mesmo uma personagem maravilhosa e só fico triste de ter lido tão rápido kkk
    Corujas de Biblioteca

    ResponderExcluir
  21. Oi, acabei de falar em uma outra resenha que li desse livro que esse é um livro que ao se ler você leva ele para vida... Ainda não consegui ler, mas tenho certeza que ele será assim. Cada pessoa que o lê se vê encantada com a história, e é impossível não se sentir assim com dois protagonistas que sofrem e enfrentam diariamente desafios em sua vida. É impressionante a força que Libby tem para continuar em frente mesmo em meio a tanto bullying e dificuldades e realmente me sinto ansiosa para saber e conferir sobre essa amizade que irá surgir nos dois. É um livro que todo mundo deveria ler para aprender a agradecer pelo que tem e refletir sobre suas atitudes.
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  22. Oi!

    Esse livro é bom demais! Eu adoro como a Jennifer trabalha os assuntos abordados em seus livros, sempre de maneira leve, simples, mas com um valor enorme. Fico muito feliz que tenha gostado do livro, a mensagem que ele traz é muito importante! Parabéns pela resenha. :)

    bjs!

    ResponderExcluir
  23. Olá, tudo bom?
    Que resenha mais amor! Já quero esse livro para ontem! rs
    Acho que nunca li um livro que trate dessa doença que o personagem tem, ainda mais em paralelo com a gordofobia. Quero muito conhecer esses personagens incríveis que se completam e que passaram por tantas coisas. Quero muito conhecer Libby após tudo o que falou. Quero conhecer sua força, garra e simpatia. Adoro personagens marcantes e únicas. Amei sua resenha!

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  24. Oi Cristina,
    Esse livro é puro amor, não é?
    Gostei de conhecer suas impressões e fiquei muito contente em saber que você gostou tanto assim da leitura. Ler esse livro me trouxe uma coisa maravilhosa, pois foi uma obra que me fez pensar muito, sabe? Como julgamos os outros, como identificamos os outros etc.
    Quero reler esse livro muito em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
  25. Oie
    eu adoro a autora desde o primeiro livro dela e com certeza quero ler esse, muito legal sua resenha e eu amei esse enredo tão curiosa e delicado

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Oi, Ingrid!
    Esse livro já está na minha lista de desejados! Quero muito ler algum livro da Jennifer, e com certeza esse será uma das minhas próximas leituras. Ela sempre cria personagens diferentes, e com dramas relevantes.
    Tenho certeza que é um livro lindo, repleto de reflexão e aceitação.
    Parabéns pela resenha!

    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  27. É a terceira resenha desse livro que leio hoje! Hehehe
    Eu não tenho interesse em fazer essa leitura. Sinto por ele a mesma coisa que senti por PLI, sou indiferente. A única coisa que me interessa nessa história é a prosopagnosia. Que bom que você curtiu e até faboritou.

    Beijos

    ResponderExcluir
  28. Oiee ^^
    A Libby é mesmo uma personagem incrível, e eu não sei se aguentaria passar por tudo o que ela passou e ainda continuar de pé. Eu não conhecia a doença do Jack até ler este livro, e, antes de finalizar a obra e ver a nota final da autora, achava que era ficção. É mesmo um livro muito lindo.
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  29. Oi, tudo bem?
    Eu nunca li nada dessa autora,mas tenho muita curiosidade e só vi bons comentários sobre essa obra em questão e isso me deixa animada, sem contar que sou apaixonada nessa capa. Algo que gosto muito em livros é eles abordarem doenças e esse aborda uma um tanto desconhecida, né? A Libby parece ser uma personagem cativante mesmo, assim como Jack,acredito que os dois vão me conquistar facilmente. Enfim, espero ler em breve e gostar tanto quanto você.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  30. Este para mim foi um dos melhores livros que li em 2016!

    Não havia lido nada da autora até então e achei sua escrita maravilhosa. Além de tratar de assuntos importantissimos e om maestria, é jovem e atual. Gostei muito mesmo! E concordo plenamente, Libby é a melhor personagem. entre eu e ela rola uma representatividade além tudo o mais, sabe?

    cpmo você, também recomendo esse livro a todos, especialmente adolescentes que estão passando por dificuldades em suas vidas.

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  31. Olá!
    Acho essa capa a coisa mais fofa, quero muito ler esse livro porque parece aqueles que marcam sua vida sabe. Em todas as resenhas, eu tenho vontade de pegar a Libby e colocar num potinho <3 são temas muito relevantes tratados de uma forma fofa, todos o jovens deveriam ler.
    Beijos,

    Luana

    ResponderExcluir
  32. Olá! É a primeira resenha que leio desse livro e amei a história. Parece ser bem cativante começando da capa que é maravilhosa. Adorei o blog.

    Beijão!

    http://agarotaqueleblog.blogspot/

    ResponderExcluir

Gostou da matéria? Então deixe seu comentário abaixo.
Beijo!